Pages

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

De um jeito torto




Um beijo estalado de carinho, fez com quem a lembrança ficasse no peito fazendo aquela dor voltar sempre que eu quisesse voar, me mandou ir embora, procurar outro amor, o tempo não apagou a lembrança do teu perfume, do teu abraço, mas teu jeito torto de me amar me faz voltar ao dia que viesse com pretexto para me deixar, te amo de uma forma boa, da forma que faz meu sorriso aparecer quando me lembro de ti, mas esse teu jeito de amar torto me faz lembrar do beijo estalado mandando eu ir, te amo mas sei que apenas minha esperança não vai mudar esse teu jeito torto de amar.                                                                                S.Menezes

                

3 comentários:

Isabella MF disse...

Gostei muito dos seus textos, parabéns, você escreve muito bem! Seguindo, segue de volta? http://diarios-delola.blogspot.com bjs

Sandy Menezes disse...

Isabella, aai obrigada, ameei seu blog, já estou seguindo'

Pedro Torres Filho disse...

Antes um beijo estalado pra lembrar de um jeito torto de amar, que um sorriso cínico, sem graça, e sem cor, pra se tentar esquecer, de um jeito torto de amar.

Proseando... rs

Lindo, Sandy!

Postar um comentário